Feijão Campeiro, uma quase feijoada para comemorar o Dia da Cerveja Brasileira!

Se você ainda não sabe, hoje é o Dia da Cerveja Brasileira! Para comemorar bem e poder harmonizar, uma receita de Feijão Campeiro!

Você há de dizer “não seria feijoada?” e nós não discordaríamos de você. Mas o Feijão Campeiro é um pouco mais fácil e leva menos variedade de carnes em sua preparação. Alguns podem dizer que é um feijoada light, outros dirão que é um feijão preto, e nenhum deles estará errado. Além disso, cada família tem sua própria receita de feijoada, o que torna qualquer publicação de uma receita dela algo desnecessário.

Receita de hoje: Feijão Campeiro, para acompanhar as cervejas brasileiras!
Receita de hoje: Feijão Campeiro, para acompanhar as cervejas brasileiras!

A Receita

Para esta receita você vai precisar de:

  • 1/2 pacote de feijão preto;
  • 2 linguiças calabresa defumadas em rodelas;
  • 2 paios em rodelas;
  • 500 g de músculo em cubos;
  • 1 pedaço de bacon de aproximadamente 200 g cortado em cubos;
  • 1 cebola grande picada;
  • 4 dentes de alho picados;
  • Sal.

Comece separando o feijão e deixando de molho de um dia para o outro. Isso ajuda a diminuir a concentração de alguns elementos famosos por causarem as flatulências. Alguns aproveitam a água do molho, mas muitos a trocam. Fica com você a decisão de usá-la ou não.

Na panela de pressão, coloque óleo no fundo e frite o músculo até o ponto em que ele começa a soltar água. Coloque um pouco de sal e frite mais um pouco. Quando a água secar, coloque o feijão e adicione água quente. Certifique-se de cobrir o feijão e passar uns bons 3 dedos de água.

Tampe e deixe na pressão por, no mínimo, 25 minutos. Abra e prove o feijão. Se for necessário, coloque mais tempo na pressão. Caso contrário, deixe a panela destampada e em fogo baixo.

Pegue outra panela e coloque um fio de óleo. É chegada a hora do refogado! Comece com o bacon e deixe ele soltar a gordura por um tempo. Depois coloque a cebola e o alho. Espere dourar e acrescente o paio e a linguiça calabresa. Frite tudo muito bem e despeje na panela com o feijão.

Agora basta misturar e apurar para que seu feijão campeiro fique pronto! Nós recomendamos cozinhar até que as carnes peguem a cor do feijão. Aproveite a panela do refogado para fazer a couve, fica com um sabor especial. Sirva quente com arroz, couve, farofa ou outros acompanhamentos que lhe agradarem.

O feijão campeiro vai muito bem com Light Lagers, Pilsners, Märzens, Pale Ales, India Pale Ales (como a nossa Cerveja da Semana) e Blonde Ales. Arrisque-se e prove com Witbiers (o cítrico dá o toque especial), Gold Strong Ales ou Radlers!

Pulo do Gato

  • Uma das principais discussões gira em torno da consistência do caldo. Para deixá-lo mais grosso, deixe cozinhar bastante tempo destampado, sempre mexendo para não pegar o fundo. Caso prefira mais aguado, adicione água aos pouco ao longo do cozimento pós-refogado e lembre-se de deixar cozinhar por um tempo após a adição;
  • Caso queira deixar seu feijão campeiro previamente apimentado, adicione 2 pimentas dedo-de-moça cortadas em rodelas ao refogado junto com a cebola e o alho;
  • Para transformar seu feijão campeiro em uma feijoada não é difícil. Mas lembre-se de dessalgar bem as carnes antes e de colocar para cozinhar na pressão aquelas carnes que forem mais duras, como carne-seca, costelinha, etc.

Dia da Cerveja Brasileira

No blog Bebendo Bem, o Fabian Ponzi colocou uma postagem muito legal sobre o dia e explicando porque é interessante comemorá-lo. Aproveite para provar aquelas artesanais que você não vê em qualquer lugar, ou mesmo para apreciar algumas das mais famosas, mas comemore esse dia!

Nós, do Cerveja Como São As Coisas, batalhamos para ver a cultura cervejeira cada vez mais enraizada no país. Com mais cervejeiros caseiros, apreciadores de cervejas artesanais e microcervejarias, a qualidade da cerveja nacional só tende a aumentar. Ainda precisamos brigar por melhores condições fiscais, mas valorizando o produto nacional já movemos uma roda que não deve mais parar.