Cerveja: bebida sociabilizante

A discussão sobre qual a bebida fermentada mais antiga do mundo é interminável e sem vencedores. De um lado, os vinhos, tradiconais e variados. Do outro, as cervejas, abundantes e refrescantes.

Por conta da dificuldade envolvida no processo produtivo do vinho, desde o cultivo ideal das vinhas até a colheita no tempo correto, os volumes produzidos eram pequenos. Essa limitação sempre encareceu a bebida, tornando-a tradicional em mesas nobres e festas reais.

Enquanto isso, a cerveja era fácil de produzir, as plantações de grãos eram bastante abundantes e o volume disponibilizado era massivamente superior ao do vinho. Isso tornou a cerveja uma bebida das massas.

Se considerarmos que a cerveja era tradicionalmente servida para as tropas e em tavernas, locais de grande concentração, entendemos como ela unia as pessoas em rodas de risadas e em papos descontraídos. Esse perfil se perpetuou ao longo da história até os dias de hoje, seja em bares, restaurantes, ou mesmo em uma recepção em casa.