Guias Cervejeiros

O que diferencia uma English IPA de uma American IPA? Como saber o que é Amber Ale, Brown Ale ou Red Ale? Para ajudar você a saber as diferenças, nada melhor que se utilizar de Guias Cervejeiros!

Você já deve ter visto aqui ou em outros sites referências como guia BJCP, guia Brewers Association, ou similares. Os guias cervejeiros são documentos que classificam as cervejas de acordo com suas características, dividindo-as em grupos, estilos, sub-estilos e afins.

Tabela periódica: uma bricadeira com a famosa tabela de química deita a partir de informações de Guias Cervejeiros.
Tabela periódica: uma bricadeira com a famosa tabela de química feita a partir de informações de Guias Cervejeiros.

Beer Judge Certification Program

O mais famoso dos guias cervejeiros, normalmente apresentado pela sua sigla: BJCP. É uma verdadeira ajuda aos cervejeiros caseiros porque traz informações como ingredientes, OG, FG e IBU comuns a cada estilo.

Criado em 1985, o guia teve a ajuda do mitológico Michael Jackson. Não, não é o criador do CD Thriller. Esse Michael dedicou boa parte de sua vida degustando, avaliando e classificando as cervejas pelo mundo. Um dos livros referência mais famosos sobre cerveja é dele.

Mas estamos aqui para falar do guia BJCP. Pois bem, o documento é dividido em três capítulos: cervejas, cidras e hidroméis. Da parte que nos interessamos mais, as cervejas, são 23 categorias que reunem 80 estilos diferentes de cerveja. Cada estilo apresenta as características de aroma, aparência, sabor, sensação e impressão geral, além de comentários, história do estilo, ingredientes e características gerais.

É um ótimo guia para começar a degustar e fazer cerveja, com diversas informações que facilitam sua experiência. Aqui colocamos o link para o original, mas é fácil encontrar versões resumidas, traduzidas ou adaptadas.

Brewers Association

A associação dos cervejeiros americanos é mais antiga, mas o guia foi publicado em 1993 e conta com a colaboração da comunidade cervejeira para guiar suas revisões e alterações.

Dentre os guias cervejeiros, o da BA ganhou destaque e hoje é utilizado em competições ao redor do mundo, incluindo a do Festival Brasileiro da Cerveja. É um guia bem mais compacto, mas que oferece maior versatilidade ao degustador para melhor classificar a cerveja.

São três capítulos, Ales, Lagers e Hybrids. A divisão de categorias e estilos é diferente da classificação do BJCP, mas muito de um aparece no outro. Ao todo, são 12 categorias e 140 estilos, onde cada um contém um descritivo das impressões gerais e algumas características físicas, como OG, FG, IBU e cor.

Segue o link para o documento original, mas também é possível encontrá-lo em outras versões pela internet.

Outros Guias

Basta procurar um pouco para encontrar diversos guias pela internet, alguns de estilos, outros de fabricação, alguns até de blogs. Como nosso papo tem sido sobre estilos, vamos nos limitar a isto.

Dois guias colaborativos tem ganhado muito espaço na comunidade cervejeira, ambos usados para compartilhar suas experiências com seus amigos de uma maneira simples, rápida e móvel. São eles o Bier Tab e o Untappd, disponíveis para celulares e tablets, além de sites para acesso via computadores.

Outro guia muito importante nacionalmente é o do Brejas, também colaborativo, mas que pede um pouco de tempo para que você possa se dedicar à experiência de degustar a cerveja. Vale a pena conferir também!

 

Mas qual guia você costuma usar? Qual é mais fácil e prático pra você? Comente aqui sua experiência com guias cervejeiros!