Opinião: Beerflakes e colecionáveis cervejeiros

O Beerflakes tem dominado os blogs cervejeiros, mas o que podemos esperar da caixinha?

A caixa do Beerflakes e alguns exemplos de conteúdo!
A caixa do Beerflakes e alguns exemplos de conteúdo!

Está nos principais blogs cervejeiros, vem aí o Beerflakes, uma proposta nova para um mercado meio nebuloso, os colecionáveis cervejeiros. A ideia é trazer todo mês uma seleção de produtos escolhidos por um convidado do clube para enriquecer as prateleiras dos assinantes. O release fala em taças, copos, camisetas, abridores e outros itens que adoramos colecionar.

O primeiro e-mail para quem se inscreveu já saiu e confirmou que serão de 4 a 6 itens por caixa, o que é muito interessante. Também rolou uma pesquisa para saber quais os itens de maior interesse dos inscritos (copos e taças, claro) e quais itens já são colecionados. Eles ainda falam em cupons de desconto, o que é sempre bom, mas não conta como item, espero. Com esse formato, imagino que o preço fique na casa dos R$ 70,00 a R$ 80,00, preço médio da maioria dos clubes de cerveja de hoje.

Na própria pesquisa já há indícios do que vem por aí e um dos grandes cotados é esse cara aqui, o copo IPA da Spiegelau:

Copo IPA da Spiegelau: provável estreante da caixa da Beerflakes!
Copo IPA da Spiegelau: provável estreante da caixa da Beerflakes!

Se confirmado, vou ter sérios problemas para convencer o setor financeiro da necessidade da assinatura! Brincadeiras a parte, claramente os caras não entraram pra brincar. E aqui cabe uma explicação do comentário que fiz acima sobre esse mercado ser nebuloso.

Colecionar faz parte do instinto humano. Claro, de forma bem primitiva, colecionávamos alimentos, ferramentas e objetos úteis à sobrevivência. Com nossa evolução, passamos a colecionar itens mais específicos, muitas vezes belos, e fatalmente temáticos. É comum encontrar um colecionador de itens cervejeiros, seja de garrafas (todos falam que é loucura, mas eu faço mesmo assim), de tampinhas, de bolachas de chope, de rótulos, de taças e copos, de camisetas, placas, abridores, latinhas, imãs de geladeira e até pins.

O problema começa quando pensamos nas motivações de cada colecionador. Por exemplo, o Fafá coleciona tampinhas, mas das garrafas que ele tomou (sozinho ou com a galera). Como tornar isso um item comerciável? Esse é o desafio do pessoal do Beerflakes! Trazer todo mês itens novos, colecionáveis e que se encaixem com os temas dos assinantes. Particularmente, desejo que dê muito certo, principalmente pelos itens importados que eles destacam no release. Ter a certeza que sua taça de um litro da Paulaner não quebrou na viagem é um alívio e tanto (principalmente na época em que elas não eram vendidas por aqui).

E fique ligado no Cerveja Como São As Coisas! Estamos em negociações avançadas (ou quase isso) com o pessoal do Beerflakes e podemos ter um sorteio em breve! Ah, não esqueça de deixar sua opinião aqui embaixo!