Países Produtores: República Tcheca

Seguindo com a nossa série sobre os países produtores, hoje é dia de falar sobre a República Tcheca, berço do estilo mais consumido no mundo!

Para casar com a cerveja da semana, escolhemos a República Tcheca como tema para a segunda postagem sobre os países produtores. E não é só na produção que podemos citar os tchecos, mas também no consumo! Eles detém a marca de maior consumo per capita de cerveja do mundo!

Países Produtores: República Tcheca!
Países Produtores: República Tcheca!

É verdade que, se a região da Baviera fosse um país, eles seriam os maiores consumidores, mas isso não diminui a força da República Tcheca. É mais provável que sirva de estímulo para aumentar o consumo no país e reinar absoluto sobre os outros concorrentes.

Isso porque os tchecos brigam para serem pioneiros (ou primeiros colocados, quando possível) em diversos aspéctos cervejeiros. Por exemplo, eles proclamam que foram os primeiros a adicionarem lúpulo na receita, ainda no século XII. Também se dizem os primeiros a lançarem uma cerveja dourada e cristalina, e também os primeiros a lançarem uma Budweiser.

E cabem aqui duas curiosidades sobre esses récordes. A primeira fala sobre o lúpulo Saaz, nativo do país. Após a adição dele na cerveja, o resultado foi tão bem aceito que temeu-se uma evasão de mudas para que outras regiões utilizassem a mesma ideia. A repercursão foi tamanha que o rei da época decretou pena de morte para quem fosse pego transportando o sagrado lúpulo para fora das fronteiras.

A segunda vem da origem do estilo Pilsner. Como você deve ter lido na postagem de ontem, um mestre cervejeiro alemão foi contratado para desenvolver a receita. O que você talvez não saiba é que foi a cidade (isso mesmo, a cidade) de Pilsen que o contratou, e mais, só o fez para competir com um estilo que estava ganhando a Europa na época, o estilo Vienna Lager!

Muito mais há de se conhecer sobre a República Tcheca no cenário cervejeiro. Diversos livros (créditos ao Lucas Zurwellen neste link do Dropbox) dão destaque para o país no meio cervejeiros, tanto pela sua importância na criação do estilo Pilsner, como no consumo, no lúpulo e nas tradições ainda preservadas por lá.