Propagandas de Cerveja

Nova medida do ministério público pode alterar as propagandas de cerveja e afetar até grandes eventos.

Uma nova medida do Ministério Público de São Paulo começou a reunir assinaturas para que a lei que se aplica a cigarros e bebidas acoólicas com mais de 13 graus GL se aplique também à cervejas.

Propagandas de cerveja podem mudar em breve.
Propagandas de cerveja podem mudar em breve.

Segundo esta reportagem, se a mudança se confirmar, as cervejas não mais poderão patrocinar eventos culturais ou esportivos, não poderão veícular propagandas em horário nobre, não poderão relacionar à saúde, beleza ou virilidade.

Se você acha que não é muita coisa, a última edição do Rock in Rio foi patrocinada pela Heineken e a Copa do Mundo é patrocinada pela AmBev! Isso significa que a saída destas empresas pode afetar diretamente a execução dos eventos!

Já é sabido que o apelo das propagandas de cerveja serve para camuflar produtos de baixa qualidade e com altos teores de aditivos, além de tentar relacionar a bebida com um bom desempenho relacional e de atração. No entanto, o dinheiro injetado pelas grandes fabricantes acaba sendo fundamental para tornar um evento executável.

Grandes shows de bandas internacionais, casas de eventos, campeonatos esportivos de grande audiência, todos recebem volumosas quantias para promoverem as marcas de cerveja. Prova disso são as recentes latinhas de time da Brahma, o nome da TNT (que é da Itaipava) estampada na Ferrari, a Fórmula Indy com o Itaipava 300 SP, dentre tantos outros.

Acho pouco provável que o Ministério Público atinja seu objetivo porque o lobby das cervejarias é muito forte. Mas já conseguiram derrubar o cigarro, as vodkas, pingas e outros destilados. Resta esperar para ver o resultado.